Meteorologia Tropical

PPGs Envolvidos: MET, SER, CST, CAP, GES

Países: Alemanha; Argentina; Austrália; Bolívia; Cabo Verde; Canadá; Chile; Colômbia; Cuba; Espanha; Estados Unidos; França; Holanda; Índia; Israel; Itália; Japão; México; Paraguai; Peru; Reino Unido; Suécia e Suíça.

Descrição: A previsão de tempo nos trópicos e um processo que tem um desenvolvimento mais lento, visto que a maioria dos centros de pesquisa e operação em nível global se encontram fora das regiões tropicais. Entretanto, para que se avance o conhecimento na área de modelagem do sistema terrestre é preciso entender o papel dos trópicos e este fato facilita a interação entre os diversos centros de pesquisa e operação. Fazendo uso de diversos experimentos meteorológicos, consolidados e em fase de coleta de dados, é possível expandir este conhecimento, o qual deve ser integrado nos processos de modelagem. Este desenvolvimento é feito em todas as escalas de tempo, horas, dias, semanas, etc, e em diversas resoluções espaciais.

O uso de modelos numéricos de previsão de clima global é fundamental para o entendimento dos fenômenos associados aos estudos do clima global e regional, assim como o uso da base de dados observacionais e de simulações. No desenvolvimento dos modelos serão incluídas as diversas componentes que afetam o clima, com ênfase na inclusão de aerossóis e química atmosférica.

O Programa de Pós-Graduação em Meteorologia trabalha fundamentalmente com o desenvolvimento de modelos de previsão numérica de tempo e clima em todas as escalas temporais e espaciais. Também tem uma grande interação com o tema de modelagem e análise de dados, pois desenvolve grandes sistemas de modelagem do sistema terrestre, em nível local, regional e global, nos quais envolve um grande número de variáveis meteorológicas, de controle e de dados observacionais. Com seu foco em processos atmosféricos de pequena e grande escala a PG-MET, traz um elemento crítico para a complementariedade e integração dos dados satelitais de superfície, da atmosfera e dados meteorológicos de campo para diagnósticos ambientais, de processos e impactos das mudanças ambientais e do clima nos ambientes terrestres, assim como a parametrização de modelos do sistema terrestre para avaliação desses impactos.

Esta área prioritária visa estudar os sistemas de circulação em larga escala da atmosfera tropical e analisa a dinâmica de tais sistemas. Os tópicos incluem:

  • Equilíbrio Radiativo-Convectivo;
  • Circulação meridional (Hadley) e zonal (Walker);
  • Monções;
  • Camada Limite de Regiões Tropicais;
  • Teoria da Resposta da Atmosfera Tropical a Anomalias Localizadas da Temperatura da Superfície do Mar;
  • Oscilações em diversas escalas temporais e espaciais;
  • Ondas Equatoriais;
  • El Niño / Oscilação do Sul;
  • Ondas do Leste e Ciclones Tropicais.